Aberto Segunda - Sexta 08:00-17:00
E-mail [email protected] Ligue Agora! (11) 2381-8759

Adubo caseiro direto da composteira!

Você quer um adubo caseiro, adquiriu uma composteira e a montou num local arejado e com sombra. Estudou sobre os alimentos que vão ou não nela, leu nossos textos e pegou diversas dicas. Já bem informado, alimentou corretamente suas minhocas e viu toda a transformação acontecer: sua matéria orgânica se decompôs. Mas, e agora?

Húmus de minhoca como adubo caseiro

O que é esse tal de húmus? Como utilizar? E o chorume? É o mesmo do caminhão do lixo?

Temos certeza que essas dúvidas podem ter rondado sua mente após a aquisição da composteira, mas nós da Casológica estamos aqui para ajudá-lo.

O húmus nada mais é do que o produto final de um processo de decomposição, ou seja, é a matéria orgânica estável (que não sofre mudanças químicas ou físicas) e está presente nos mais diversos tipos de solo. Quando falamos de composteiras que utilizam minhocas, o húmus é o produto resultante da decomposição da matéria orgânica de que ela se alimenta.

Humus de minhoca como adubo caseiro

Através da ação de microrganismos (bactérias e fungos) associados ao sistema digestório das minhocas, os detritos são macerados contra as partículas de terra também ingeridas. Parte disso são nutrientes para a própria minhoca. Já o resto, que não foi absorvido por ela, será eliminado e vai virar húmus, rico em nutrientes e um excelente adubo.

Além de outros animais que podem aparecer na sua composteira.

Em casa, você pode utilizar o húmus puro ou misturado com terra, dependendo do tipo de planta que você tem, do tamanho do seu vaso, etc..

Qual proporção devo usar meu adubo caseiro?

Abaixo deixaremos alguns exemplos:

Plantas ornamentais
Acrescentar 150 g de húmus por vaso na hora de plantar;

Roseiras e pequenos arbustos
Acrescentar 200g por cova ou 500g por m² de canteiro;

Gramados
Acrescentar 500g por m² no preparo, misturar com a terra;

Árvores frutíferas
Acrescentar 400-600g por cova quando plantar. E na manutenção, colocar de 1 a 2 kg por ano, aumentando 30% a cada ano;

Hortas de folhas e leguminosas
Acrescentar 100 g por cova ou 600g por m² de canteiro;

Milho verde
Acrescentar de 300 a 400g por cova;

Feijão
Acrescentar de 0,5 a 1,0kg por m² quando plantar, misturado à terra.

O Chorume como adubo caseiro?

Além do húmus, a sua composteira vai gerar o adubo líquido ou biofertilizante, mais comumente chamado de “chorume”.

Quando o caminhão do lixo passa perto da gente, sempre vemos que dele escorre um líquido mau cheiroso, que também chamamos de chorume. Mas o nome correto é líquido percolado. E é aí que ocorre o equívoco.

Lixo Orgânico em uma sacola de papel

Esse líquido do caminhão é altamente tóxico, porque além da matéria orgânica, vegetal e animal, as pessoas acabam misturando outras coisas nos seus resíduos. São embalagens plásticas, bitucas de cigarros, fraldas e absorventes descartáveis, esponjas, além de materiais que podem conter metais pesados, como lâmpadas fluorescentes, que não são biodegradáveis.

Por isso é importante fazer a separação correta dos lixos e destinar cada um ao local certo de descarte.

Biofertilizante é o nome correto!

Mas vamos ao biofertilizante…

Esse líquido que sai da composteira é um excelente adubo, pois se origina do processo de compostagem e é fruto de uma seleção criteriosa de matérias orgânicas. Como não sofre contato com metais pesados, carnes e outros materiais, ele é extremamente nutritivo para o solo e plantas, servindo inclusive de repelente de alguns insetos e parasitas que causam danos às plantas.

Um solo adubado com adubo caseiro

Por ser um líquido ácido, a melhor forma de usar o seu biofertilizante é diluindo o mesmo em uma proporção de 1/10, ou seja, para cada 1 parte de adubo líquido, utilizar 10 partes de água. Um exemplo: se você utilizar 100ml de adubo, terá que diluir o mesmo em um litro de água.
Na hora de aplicar, você poderá usar na rega ou mesmo borrifar nas folhas e caule da sua planta. Ele pode ser aplicado a cada 15 dias em vasos, canteiros ou jardim.

Dica muito importante

Se o adubo for guardado em um ambiente fechado e por muito tempo, o seu cheiro se torna forte e desagradável. Então nada de acumular esse material durante longos períodos!

A poesia por trás de um simples gesto!

O ciclo da compostagem é incrível, não? Aquele resto de alimento, as cascas que seriam inutilizadas, que iriam parar nos lixões e aterros sanitários da nossa região, podem ser reciclados e virar o adubo que nutrirá nossas plantas, nossa terra, ou nosso solo.

Lixo orgânico virando húmus

E o ciclo por ser infinito! Ele pode sempre ter uma continuidade! A comida comprada ou cultivada gera novos resíduos, que alimenta novas minhocas e possibilita sua reprodução, que geram novos adubos, que voltarão para terra, para o solo, permitindo o cultivo de novas plantas! Esse é o verdadeiro significado de REciclar!!

E é essa conexão com a natureza que gostaríamos de propor a vocês. Topam entrar nessa com a Casológica?

Sobre a Casológica…

A Casológica está aqui para ajudar você a ser mais sustentável.

Essa página é um post feito com muito carinho por nossos redatores parceiros para ajudar você a ter mais conhecimento sobre Meio Ambiente. 

Trabalhamos com bombonas, composteiras e minhocas.

Também temos um projeto muito bonito de Educação Ambiental.

Gostou da gente? Que legal! É um prazer imenso ter você aqui também!

Vem com a gente para tornar o planeta mais Sustentável e ambientalmente responsável.

Sustentabilidade e Life Style \o/